Alguns bancos italianos médios precisarão de capital, diz CEO do UniCredit

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014 10:09 BRST
 

DAVOS, Suíça, 24 Jan (Reuters) - O chefe do UniCredit, maior instituição financeira italiana, disse nesta sexta-feira que a verificação da saúde financeira de bancos da zona do euro, que atualmente está em curso, revelará que algumas instituições italianas de menor porte necessitam de capital adicional.

Em uma entrevista à Reuters TV nos bastidores do Fórum Econômico Mundial, o presidente-executivo do UniCredit, Federico Ghizzoni, disse que saudava a revisão da qualidade dos ativos feita pelo Banco Central Europeu, pois isso permitirá que instituições financeiras entendam o balanço patrimonial de bancos em outros países da zona do euro.

Ele também disse esperar que o exercício dê início a uma nova onda de consolidação entre agentes menores na Itália.

"Com certeza alguns bancos precisarão de algum capital adicional", disse Ghizzoni quando questionado sobre a saúde de alguns bancos locais de médio porte.

Ghizzoni disse que não espera que os bancos italianos maiores se envolvam em qualquer fusão nesta etapa, mas disse que o exercício de transparência em relação aos balanços pode encorajar alguns acordos envolvendo empresas de diferentes países em uma etapa mais à frente.

(Por Lisa Jucca)