Ansiedade com mercados emergentes afeta ações asiáticas

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 07:33 BRST
 

Por Lisa Twaronite

TÓQUIO, 27 Jan (Reuters) - As ações asiáticas despencaram nesta segunda-feira uma vez que os mercados emergentes permaneceram sob pressão, com a expectativa de que o banco central dos Estados Unidos continue a reduzir seu estímulo e com as condições de crédito mais apertadas na China levantando temores de uma desaceleração econômica mais acentuada.

Às 7h26 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,58 por cento, atingindo mínima em quatro meses e meio, após perder mais de 1 por cento na sexta-feira. O índice acionário de Hong Kong caiu 2,11 por cento, alcançando mínima em cinco meses.

O índice japonês Nikkei fechou em baixa de 2,51 por cento, atingindo mínima em dois meses.

Expectativas de continuação da redução de estímulo pelo Federal Reserve elevavam o pessimismo do mercado.

O Fed iniciará sua reunião de dois dias na terça-feira, e não devem se inquietar com a agitação nos mercados emergentes.

Dados de fluxos de capitais sugerem que investidores do varejo são os principais responsáveis pelo atual enfraquecimento dos mercados emergentes, que pode se intensificar caso investidores institucionais tomem parte na saída de capital.

Investidores também continuavam a se agitar quanto ao impacto do aperto das condições de crédito na China, na medida em que Pequim busca limitar o avanço do empréstimo de alto risco.