Crédito imobiliário da Caixa Econômica atinge recorde de R$134,9 bi em 2013

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 14:15 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 27 Jan (Reuters) - Depois de registrar um recorde em contratações do crédito imobiliário em 2013 e superar a previsão para o período, a Caixa Econômica Federal estima que a modalidade continue crescendo em 2014, ficando de 10 a 20 por cento acima do registrado no ano passado.

Em 2013, o crédito imobiliário da Caixa totalizou 134,9 bilhões de reais, ante uma estimativa de 130 bilhões para o ano, informou a instituição nesta segunda-feira.

De acordo com o banco, do montante aplicado no último ano, 65 por cento foram destinados à aquisição de imóveis novos e 35 por cento para usados.

"No total, foram 61,64 bilhões de reais em aplicações com recursos da poupança (SBPE), mais de 50 por cento de tudo o que foi feito no mercado", disse o banco em comunicado. Outros 41,22 bilhões foram das linhas que utilizam recursos do FGTS e 20,47 bilhões de reais de recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). As demais fontes somaram 11,57 bilhões de reais.

Os financiamentos para aquisição ou construção de imóveis individuais corresponderam a 79,12 bilhões de reais e os financiamentos para a produção de imóveis atingiram 55,83 bilhões de reais.

"O financiamento direto à produção vem apresentando crescimento significativo nos últimos anos, saindo de 14 por cento do total do crédito imobiliário do banco, em 2007, para 41 por cento do total aplicado em 2013", acrescentou a Caixa.

MINHA CASA, MINHA VIDA

O Minha Casa Minha Vida encerrou o ano com 900 mil unidades contratadas, levando para 3,24 milhões de unidades contratadas desde o lançamento do programa, disse o banco.

Até o final de 2013, o programa do governo entregou mais 1,5 milhão de moradias.

(Por Juliana Schincariol)