Hong Kong abate frangos e suspende compra de animal vivo por gripe aviária

terça-feira, 28 de janeiro de 2014 13:35 BRST
 

Por Alice Woodhouse

HONG KONG, 28 Jan (Reuters) - Hong Kong iniciou o abate de 20 mil frangos e suspendeu as importações de animais vivos da China continental por 21 dias nesta terça-feira, após a descoberta do vírus da gripe aviária H7N9 em envio de aves vivas na província de Guangdong, ao Sul do país.

A medida do governo entrou em vigor dois dias antes de começarem as celebrações de Ano Novo Chinês, quando o setor normalmente espera boom de vendas.

As autoridades também ordenaram o fechamento do mercado de aves no atacado, onde foi descoberto o vírus, por 21 dias, até 18 de fevereiro para a limpeza e desinfecção. Granjas locais foram proibidas de fornecer aves vivas para o mercado.

"Funcionários do Departamento da Agricultura, Pesca e Conservação irão inspecionar todas as granjas locais e coletar mais amostras para testes para verificar se as fazendas locais não foram afetados pela gripe aviária H7", disse o secretário de Alimentação e Saúde, Ko Wing-man em comunicado.

O vírus H7N9 se alastra entre as aves, mas os casos em seres humanos até agora não mostraram evidência de transmissão sustentada entre humanos, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Especialistas pediram às autoridades de saúde em todo o mundo para ficarem em alerta para detectar o vírus H7N9, que é altamente patogênica em humanos e poderia desenvolver a capacidade de se espalhar facilmente entre humanos, causando uma pandemia de gripe e perdas econômicas graves.

Duas pessoas infectadas com a gripe aviária H7N9 morreram em Hong Kong e um terceiro paciente está sendo tratado. Os três foram infectados durante visitas à cidade Shenzhen, no Sul da China.

O vírus da gripe aviária H7N9 surgiu em março do ano passado e, até agora, infectou pelo menos 240 pessoas na China, Taiwan e Hong Kong, de acordo com o Departamento de Saúde de Hong Kong.

A agência chinesa estatal de notícias Xinhua, citando o Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças, disse que 19 pessoas morreram por causa da doença na China este ano.

 
Agentes de saúde totalmente cobertos com equipamento de proteção cruzam uma rua perto de um mercado de aves em Hong Kong. Hong Kong iniciou o abate de 20 mil frangos e suspendeu as importações de animais vivos da China continental por 21 dias nesta terça-feira, após a descoberta do vírus da gripe aviária H7N9 em envio de aves vivas na província de Guangdong, ao Sul do país. 28/01/2014 REUTERS/Tyrone Siu