Alta de juros não foi por contágio global, diz presidente de BC indiano

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014 08:55 BRST
 

MUMBAI, 29 Jan (Reuters) - O banco central da Índia não elevou as taxas de juros para combater as recentes vendas generalizadas nos mercados emergentes globais, mas para controlar as pressões inflacionárias, disse o presidente da instituição, Raghuram Rajan, nesta quarta-feira.

"Acho que por algum tempo nós temos dito muito claramente que estamos focados em preservar o valor da rúpia, no contexto doméstico", disse ele a analistas em uma teleconferência um dia depois que o banco elevou inesperadamente a principal taxa de juros em 0,25 ponto percentual.

"A preservação do valor da rúpia no contexto doméstico irá preservá-lo no contexto internacional. A preservação no contexto doméstico significa deixar a inflação sob controle. Assim que fizermos isso, acreditamos que a confiança do investidor vai naturalmente acompanhar a melhora", acrescentou.

(Reportagem da Equipe de Treasuries de Mumbai)