Vendas de supermercados no Brasil sobem 5,36% em 2013, diz Abras

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014 13:34 BRST
 

Por Marcela Ayres

SÃO PAULO, 29 Jan (Reuters) - As vendas reais dos supermercados no Brasil superaram previsões iniciais e cresceram 5,36 por cento em 2013, divulgou a associação que representa o setor, Abras, nesta quarta-feira, estimando que o avanço em 2014 será de cerca de 3 por cento.

A Abras começou o ano passado prevendo aumento de 3,5 por cento das vendas anuais, expectativa que foi elevada até chegar a 5,2 por cento em novembro.

Em dezembro, apenas, as vendas dos supermercados tiveram um avanço de 2,87 por cento ante igual mês de 2012, subindo 20,62 por cento sobre novembro.

O presidente do conselho consultivo da Abras, Sussumu Honda, afirmou em coletiva de imprensa que as vendas de 2013 foram positivamente afetadas pela desoneração fiscal sobre produtos da cesta básica e das carnes, e pela desaceleração da inflação no segundo semestre.

"O impacto da desoneração já foi", disse Honda, avaliando que, diante de uma base de comparação forte, o crescimento das vendas deve mostrar um ritmo mais fraco em 2014.

Ele ressalvou, porém, que o comércio durante a Copa do Mundo poderá impulsionar o resultado anual, fator não levado em conta nas estimativas da Abras. Honda adicionou que a entidade vê um 2014 semelhante ao ano passado em termos macroeconômicos, com baixo crescimento do PIB e manutenção das taxas de emprego.

PREÇOS

A cesta AbrasMercado, com 35 produtos de amplo consumo pesquisados pela GfK, encerrou o ano com preço médio de 360,35 reais, alta de 5,43 por cento na comparação com dezembro de 2012 e de 0,14 por cento ante novembro.   Continuação...

 
Uma consumidora olha preços em um supermercado em São Paulo. As vendas reais dos supermercados no Brasil superaram previsões iniciais e cresceram 5,36 por cento em 2013, divulgou a associação que representa o setor, Abras, nesta quarta-feira, estimando que o avanço em 2014 será de cerca de 3 por cento. 10/01/2014 REUTERS/Nacho Doce