Santander Brasil reduz calotes e sobe lucro no 4º tri, mas ações caem

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014 14:34 BRST
 

Por Aluísio Alves e Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO (Reuters) - Uma forte queda dos calotes e a retomada do crédito fizeram o Santander Brasil ter lucro acima do esperado no fim de 2013, após anos de baixa expansão e inadimplência alta, mas isso ainda não foi suficiente para agradar investidores.

O maior banco estrangeiro no país reportou lucro líquido recorrente de 1,409 bilhão de reais entre outubro e dezembro, queda de 12,3 por cento ante igual período de 2012, mas acima do esperado pela média de estimativas de 8 analistas ouvidos pela Reuters, que apontava para lucro recorrente 17,3 por cento menor, a 1,33 bilhão de reais.

O lucro líquido societário, base para o cálculo da remuneração de acionistas, do período foi de 500 milhões de reais, em linha com os 497 milhões apurado de julho a setembro.

"Os resultados do trimestre mostraram o começo de uma normalização do mercado de crédito", disse nesta quinta-feira o presidente-executivo do banco, Jesús Zabalza, a jornalistas.

Ainda assim, a unit do grupo caía 1,54 por cento, a 11,54 reais, às 14h20, enquanto o Ibovespa cedia 0,14 por cento. Isso refletia a reação menos positiva de analistas, apontando alta acima da inflação entre o terceiro e o quarto trimestre e margens ainda contidas.

"O resultado espelhou o cenário de curto prazo que estimávamos", escreveram analistas da Planner Corretora, em relatório a clientes.

A carteira de crédito do banco fechou 2013 em 227,48 bilhões de reais, alta anual de 7,3 por cento. O destaque foram empréstimos a grandes companhias, que subiram 19,3 por cento. Na outra ponta, os financiamentos para pequenas e médias empresas, que recuaram 7,6 por cento.

Segundo Zabalza, a desaceleração dos bancos públicos na concessão de crédito deve ser benéfica para os rivais privados e o Santander prevê que seu estoque cresça acima da média esperada para o mercado, de 14 a 16 por cento, em 2014.   Continuação...

 
Agência bancária do Santander no Rio de Janeiro. O Santander Brasil, maior banco estrangeiro no país, anunciou nesta quinta-feira que teve lucro líquido recorrente de 1,409 bilhão de reais no quarto trimestre, queda de 12,3 por cento sobre igual período de 2012. 7/10/2009. REUTERS/Sergio Moraes