Vendas de urânio elevam receita da Areva em 2013

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014 17:13 BRST
 

PARIS, 30 Jan (Reuters) - A Areva, maior fabricante mundial de reatores nucleares, disse nesta quinta-feira que sua receita subiu 3,8 por cento em 2013, para 9,3 bilhões de euros, aumento influenciada por vendas excepcionalmente elevadas de urânio.

A carteira de pedidos da empresa francesa caiu 6,9 ​​por cento, para 41,6 bilhões de euros, ao final de 2013, apesar de a Areva informar que esse número não inclui o negócio com a EDF no ano passado para construir a planta nuclear Hinkley Point na Grã-Bretanha.

O crescimento na receita nuclear foi de 7,1 por cento em 2013, para 9 bilhões de euros, superando a meta do grupo, disse o presidente-executivo Luc Oursel, sendo que a cifra foi ajudada entre outros contratos pela venda de equipamentos para a brasileira Eletronuclear, do grupo Eletrobras.

As vendas do setor de energia eólica não foram incluídas na receita do grupo para 2012 e 2013, disse a Areva. No início deste mês, ela assinou um contrato preliminar com a fabricante espanhola de turbinas eólicas Gamesa para criar um grande player em energia eólica offshore.

(Reportagem de Michel Rose)