Tyson vê queda de até 4% na produção de carne suína por doença nos EUA

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014 16:47 BRST
 

31 Jan (Reuters) - A Tyson Foods, maior produtora processadora de carnes dos EUA, disse nesta sexta-feira que o vírus que provoca a diarreia epidêmica suína (PEDv, na sigla em inglês) poderá reduzir a produção de carne suína entre 2 a 4 por cento.

A estimativa foi feita durante teleconferência para comentar o resultado trimestral.

A PEDv é um vírus fatal que atinge os suínos e está se espalhando pelos Estados Unidos e Canadá. A doença é transmitida por via aérea entre os animais, mas não afeta humanos.

O total de casos confirmados da doença nos EUA atingiu 2.692 em 23 Estados até a semana encerrara em 25 de janeiro. Quase 40 por cento destes casos estão concentrados em Iowa, principal Estado produtor de suínos.

A doença foi descoberta em abril de 2013.

A Tyson divulgou um crescimento de 47 por cento no lucro trimestral, apoiado no aumento nas vendas de aves e carne bovina. O lucro líquido atribuível à Tyson subiu para 254 milhões de dólares, ou 0,72 dólar por ação, ante 173 milhões de dólares, ou 0,49 dólar por papel, um ano antes.

(Reporting de Meredith Davis)