Dólar sobe 2,33% ante o real em janeiro, 4º mês seguido de valorização

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014 17:44 BRST
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO, 31 Jan (Reuters) - O dólar fechou com leve queda ante o real nesta sexta-feira, encerrando janeiro com valorização pelo quarto mês consecutivo com o ambiente de maior aversão ao risco sobre mercados emergentes.

Segundo analistas, no entanto, já não há tanto espaço para o dólar continuar subindo muito em relação ao real no curto prazo, o que diminui a expectativa de que o Banco Central brasileiro intensifique suas intervenções no câmbio.

A moeda norte-americana recuou 0,10 por cento, a 2,4124 reais na venda, acumulando em janeiro alta de 2,33 por cento, quarto mês consecutivo de ganhos. Neste período, a valorização foi de 8,85 por cento. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em 1,2 bilhão de dólares no dia.

"Já dá para perceber que o dólar não está numa escalada contra o real. Podemos ver volatilidade, mas não espero muito mais alta", afirmou o economista-chefe do banco J. Safra e ex-secretário do Tesouro, Carlos Kawall.

Ativos de países em desenvolvimento vêm sendo fortemente pressionados desde a semana passada em meio ao mau humor mundial com mercados emergentes, levando o dólar a chegar a encostar em 2,45 reais nesta semana no intradia.

Neste período, o avanço da divisa norte-americana contra o real não foi tão intenso quanto em outros mercados, mas já havia subido bastante nos meses anteriores. Só em janeiro, o dólar subiu cerca de 5 por cento sobre a lira turca e o rand sul-africano.

"Esses níveis de agora (do dólar ante o real), que já incluem tudo que a gente subiu ano passado, parecem adequados", afirmou o diretor de câmbio da corretora Pioneer, João Medeiros, acrescentando que vê o dólar, no máximo, em torno de 2,45 reais.

Neste contexto, acrescentou ele, não há necessidade de que o BC intensifique a intervenção no câmbio.   Continuação...