CCR anuncia encerramento de inspeção da Controlar em fevereiro

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014 18:39 BRST
 

SÃO PAULO, 31 Jan (Reuters) - A empresa de concessão de infraestrutura de transportes CCR informou nesta sexta-feira que a Controlar, controlada pela companhia, encerrará as atividades do programa de inspeção veicular em São Paulo a partir de 1º de fevereiro.

Em outubro, a prefeitura paulistana anunciara o fim do contrato com a Controlar, após a Procuradoria Geral do Município (PGM) concluir que o prazo de 10 anos de vigência do contrato havia expirado em março de 2012.

A empresa recorreu da decisão e obteve na Justiça o direito de manter a prestação do serviço até esta sexta-feira.

Segundo a CCR, a Controlar "continuará buscando na Justiça o reconhecimento de seus direitos, afetados pela decisão do Poder Concedente".

Em meados de janeiro, o diretor-presidente da Controlar, Marcos Brandão, havia dito que a empresa descartava participar de uma nova licitação para realizar o programa sob a nova diretriz da prefeitura, que propõe que a inspeção dos veículos não seja feita todos os anos.

Brandão afirmou à época que a mudança na periodicidade reduziria a frota inspecionada em 42 por cento.

No início do mês, a Controlar entregou aviso prévio a seus 800 funcionários. Depois, divulgou que já havia avisado os proprietários dos imóveis e instalações da empresa, todos alugados, que faria a devolução a partir de fevereiro.

A CCR adquiriu uma participação de 45 por cento na Controlar em 2009, por 121 milhões de reais, através da sua controlada Companhia de Participações em Concessões (CPC).

(Por Marcela Ayres)