Novartis vai cortar ou transferir até 4.000 empregos, diz jornal

domingo, 2 de fevereiro de 2014 16:11 BRST
 

ZURIQUE, 2 Fev (Reuters) - A empresa farmacêutica suíça Novartis NOVN.VX planeja eliminar ou transferir até 4.000 postos de trabalho, informou o jornal NZZ am Sonntag no domingo, citando um e-mail interno.

O plano afetaria até 6 por cento de sua força de trabalho na área farmacêutica e se somaria a um programa para reduzir o número de locais de produção, como parte de um esforço para cortar custos, segundo o jornal.

Farmacêuticas globais estão sob crescente pressão dos investidores para acelerar a reestruturação, num momento em que expiram as patentes de seus medicamentos mais vendidos e os governos tentam controlar os custos de saúde.

O porta-voz da empresa Eric Althoff não confirmou a informação sobre os números de empregos, mas emitiu uma declaração dizendo que a Novartis pretende priorizar e realocar recursos, principalmente em operações farmacêuticas, para se concentrar em lançamentos de produtos e outras áreas de crescimento.

As medidas "refletem a necessidade de responder a um ambiente dinâmico de mudanças no setor de saúde", disse ele, acrescentando que a Novartis espera que o número de empregados se mantenha majoritariamente plano em 2014.

Espera-se que uma porcentagem significativa dos 4.000 postos de trabalho seja transferida para a Índia.

(Reportagem de Silke Koltrowitz)