Expansão de serviços da China desacelera para mínima de 5 anos em janeiro

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014 07:19 BRST
 

PEQUIM, 3 Fev (Reuters) - O crescimento do setor de serviços da China desacelerou para uma mínima de cinco anos em janeiro, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial, outro sinal de perda de força na segunda maior economia do mundo que pode aprofundar as preocupações dos investidores com mercados emergentes.

A Agência Nacional de Estatísticas informou que o PMI oficial de serviços caiu para 53,4 em janeiro ante 54,6 em dezembro.

A leitura foi a mais baixa desde dezembro de 2008, embora ainda tenha permanecido acima da marca de 50 que indica crescimento.

A pesquisa é a terceira em duas semanas a mostrar lentidão da atividade na China, e confirmará expectativas de que o crescimento econômico do país irá desacelerar em 2014.

No fim de semana, outra pesquisa do governo mostrou que o crescimento nas indústrias chinesas desacelerou para a mínima em seis meses em janeiro.

Os dados desta segunda-feira mostraram moderação da confiança entre os fornecedores de serviços, com o subíndice das expectativas de negócios caindo para 58,1 ante 58,7 em dezembro, a leitura mais baixa desde fevereiro de 2009.

(Reportagem de Koh Gui Qing)