Japonesa Aisan confessa ter fixado preços de autopeças nos EUA

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014 16:43 BRST
 

WASHINGTON, 3 Fev (Reuters) - A fabricante de autopeças japonesa Aisan Industry assumiu a culpa por conspirar para fixar preços de peças de automóveis nos Estados Unidos e concordou em pagar uma multa de 6,9 milhões de dólares, disse o Departamento de Justiça dos EUA nesta segunda-feira.

A companhia conspirou para fixar os preços do acelerador eletrônico, que ajuda a controlar a quantidade de ar que chega aos motores, e os vendeu à Nissan Motor nos EUA e em outros países, disse o Departamento de Justiça do país.

A fabricante é uma das 25 empresas que autoridades de justiça nos EUA, Europa e Ásia acusaram de tabelar preços.

Mais de 30 tipos de peças de carro foram envolvidas na conspiração.

(Reportagem de David Ingram)