Itaú Unibanco tem lucro recorde de R$4,6 bi no 4º tri e ações disparam

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014 19:14 BRST
 

Por Aluísio Alves e Guillermo Parra-Bernal

SÃO PAULO, 4 Fev (Reuters) - Uma forte crescimento do crédito e das receitas com serviços, temperado com queda das despesas com provisões para calotes, fez o Itaú Unibanco superar previsões de lucro do quarto trimestre, impulsionando suas ações nesta terça-feira.

De outubro a dezembro, maior banco privado da América Latina teve lucro líquido recorde de 4,646 bilhões de reais, alta de 33 por cento na comparação com mesma etapa de 2012.

Excluindo efeitos extraordinários, o lucro foi de 4,68 bilhões de reais, avanço ano a ano de 33,6 por cento e bem acima dos 4,14 bilhões de reais esperados em média por sete analistas consultados pela Reuters.

"Mesmo sem um cenário econômico maravilhoso, colhemos o resultado de uma política de crédito mais conservadora", disse a jornalistas o presidente-executivo do banco, Roberto Setubal.

Um dado que surpreendeu os analistas foi o forte aumento da carteira de financiamentos, de 5,9 por cento ante o trimestre anterior, a 483,4 bilhões de reais, puxado pelos segmentos de consignado, imobiliário e das operações na América Latina.

A incorporação da Credicard, comprada em maio, fez a linha cartão de crédito disparar 25,9 por cento em apenas três meses. Ante o último trimestre de 2012, a carteira total do Itaú subiu 13,3 por cento, contra projeção do próprio banco de alta de 8 a 11 por cento. A previsão para 2014 é de alta de 10 a 13 por cento.

Na semana passada, os rivais privados Bradesco e Santander Brasil divulgaram alta anual de suas carteiras de 10,8 por cento e 7,3 por cento, respectivamente.

Favorecido por taxas de juros mais elevadas, a reboque da elevação da Selic, o Itaú teve margem com clientes 2 por cento maior na comparação anual, para 11,96 bilhões de reais. Em outra frente, a receita com serviços e tarifas somou 6,04 bilhões de reais, alta anual de 17,2 por cento.   Continuação...