Doze linhas de transmissão foram desligadas em dia de apagão

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 14:22 BRST
 

SÃO PAULO, 5 Fev (Reuters) - Doze linhas de transmissão de energia de alta tensão (500 kV) foram desligadas automaticamente às 14h03 da terça-feira, dia do apagão de energia em várias regiões do país, segundo o Informativo Preliminar Diário de Operação (IPDO) divulgado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) nesta quarta-feira.

As linhas compõem a interligação Norte/Sudeste do sistema de transmissão do país, cujo desligamento interrompeu o fluxo de energia entre regiões, resultando no apagão que pode ter atingido até 6 milhões de consumidores.

O IPDO informa que o desligamento da interligação provocou déficit de geração de energia no Sul-Sudeste/Centro-Oeste. Isso levou ao acionamento do alívio de carga e interrompeu cerca de 5 mil megawatts (MW) de carga dos estados de Tocantins, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

"Para possibilitar a recuperação da frequência e consequente reconexão dos dois sistemas Norte-Nordeste e Sul-Sudeste/Centro Oeste, foi necessário corte adicional de carga da ordem de 1.800 MW", informou o IPDO.

O restabelecimento das cargas interrompidas foi concluído às 15h55, segundo o documento.

A causa dos curtos-circuitos duplos -- em linhas de Intesa e Taesa -- que levaram ao apagão, ainda não foi identificada, segundo o ONS, que se reúne na quinta-feira com empresas envolvidas na ocorrência para analisar o tema.

O ONS informou na terça-feira que Eletronorte, Intesa, Taesa, Furnas, Tractebel, Enerpeixe, Lajeado, Cemig-GT, Cteep, Cesp e Eletrosul foram afetadas no dia do apagão, além de agentes distribuidores e consumidores industrias da região Sudeste-Centro Oeste/Sul.

(Por Anna Flávia Rochas)