Preço médio de imóveis no Brasil sobe 0,8 em janeiro ante dezembro, diz FipeZap

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 16:04 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 5 Fev (Reuters) - O preço do metro quadrado dos imóveis anunciados em 16 cidades brasileiras subiu 0,8 em janeiro sobre dezembro, segundo o índice FipeZap ampliado, divulgado nesta quarta-feira, que mais uma vez apontou o Rio de Janeiro com o metro quadrado mais caro do país.

O aumento verificado no mês passado, na comparação mensal, é praticamente o mesmo registrado em dezembro de 2013, na mesma base de comparação.

No acumulado de 12 meses, o índice ampliado subiu 13,5 por cento.

O indicador é desenvolvido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) em parceria com o portal online Zap Imóveis.

De acordo com o coordenador do indicador, Eduardo Zylberstajn, os preços vem mostrando sinais de desaceleração, com crescimentos menores em algumas cidades, como São Paulo.

Na capital paulista, o preço médio do metro quadrado chegou a 7.839 reais em janeiro, alta mensal de 0,7 por cento, que representou o menor aumento da série histórica iniciada em janeiro de 2008.

"Não é uma questão isolada de São Paulo (...) Hoje, com a situação de inflação maior, isso chama a atenção. Os preços em termos reais estão perto da estabilidade", disse à Reuters, mecionando variações menores em cidades como Belo Horizonte (0,3 por cento), Curitiba (0,3 por cento) e Fortaleza (0,4 por cento)

Já Brasília registrou retração de preços, com leve recuo de 0,3 por cento em janeiro sobre o mês anterior.

Ainda assim, o Distrito Federal continua com o segundo metro quadrado mais caro, de 8.146 reais, em média, atrás apenas do Rio de Janeiro, cujo valor médio ficou em 10.250 reais.

(Por Juliana Schincariol)