Moody's eleva rating soberano do México para A3, com perspectiva estável

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 17:44 BRST
 

MÉXICO, 5 Fev (Reuters) - A agência de classificação de risco Moody's elevou nesta quarta-feira o rating soberano do México para "A3", ante "Baa1", com perspectiva estável, devido a expectativa de que as reformas estruturais aprovadas no ano passado elevaram o potencial de crescimento e os fundamentos fiscais do país.

A Moody's destacou que a aprovação da agenda de reformas do presidente Enrique Peña Nieto demonstrou "capacidade política", e que o país tem melhores perspectivas econômicas no médio prazo.

Além disso, as reformas fortaleceram as finanças públicas, com maior poupança governamental e a criação de reservas de contingências, disse a Moody's em comunicado.

O perfil creditício do México "está agora alinhado com o de países de categoria 'A'", acrescentou a agência. Até agora, o Chile era o único país latino-americano a ter rating A. O Brasil tem classificação 'Baa2', dois graus abaixo da nova classificação mexicana.

A elevação do rating deu impulso à bolsa mexicana e ao peso, que passaram a subir depois do anúncio.