Governo não deixará que alta da energia chegue a consumidor, diz Mantega

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 18:15 BRST
 

BRASÍLIA, 5 Fev (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quarta-feira que o governo não deixará que o aumento do custo da energia, devido ao acionamento das térmicas, chegue ao consumidor final.

Por conta da falta de chuvas e forte consumo de energia, as geradoras térmicas mais caras foram acionadas neste ano, levando o preço da energia de curto prazo a patamar recorde.

"Se for necessário, isso será feito, mas não sabemos em que medida até porque temos que esperar mais um pouco para saber qual rumo que a chuva vai tomar", disse Mantega ao ser questionado se o Tesouro ajudará as distribuidoras a arcar com custos mais altos. O Orçamento já prevê o repasse de 9 bilhões de reais para a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

"Por enquanto é um problema de janeiro e fevereiro, mas estaremos dando cobertura de modo que isso não passe para a tarifa do consumidor final", disse Mantega a jornalistas.

(Por Nestor Rabello; Texto de Raquel Stenzel)