Condições do mercado levam fabricante de autopeças Fras-le a suspender emissão de ações

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 20:29 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 5 Fev (Reuters) - A fabricante de autopeças Fras-Le decidiu suspender a oferta pública de ações devido às condições desfavoráveis do mercado, juntando-se a companhias como Unidas e Votorantim Cimentos que também interromperam suas emissões previstas para este ano.

A Fras-le havia estimado em meados de janeiro que o preço da ação em sua oferta subsequente ficaria entre 5,30 e 6,30 reais, em uma operação que tinha potencial de gerar até 294,3 milhões de reais.

"A suspensão foi motivada pelas "condições econômicas desfavoráveis à realização da oferta que atualmente se verificam nos mercados financeiros e de capitais brasileiro e internacional", disse a Fras-le, em fato relevante.

Os mercados emergentes estão sofrendo com uma onda de aversão a risco, gerada pela perspectiva de crescimento menor da China e do fim do estímulo monetário nos Estados Unidos.

Em janeiro, a empresa de locação e venda de veículos Unidas anunciou a desistência de sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), também devido a condições desfavoráveis.

No mesmo período, o IFR, um serviço da Thomson Reuters, noticiou uma nova paralisação dos planos da Votorantim Cimentos de realizar seu IPO.

(Por Juliana Schincariol)