BCE mantém taxa de juros em mínima recorde e avalia risco de deflação

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014 10:56 BRST
 

FRANKFURT, 6 Fev (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) deixou as taxas de juros inalteradas nesta quinta-feira, evitando adotar nova medida para combater a ameaça da deflação enquanto aguarda novas estimativas de sua equipe no próximo mês.

A decisão de manter os juros era esperada pela maioria dos economistas. Mas a revisão para baixo do cenário da inflação pode levar a uma mudança de política.

O BCE manteve sua principal taxa de juros em 0,25 por cento e a taxa de depósito que paga aos bancos em zero, além da taxa de empréstimo em 0,75 por cento.

O BCE cortou os juros em novembro depois que a inflação da zona do euro desacelerou a 0,7 por cento em outubro. A inflação mais uma vez foi a 0,7 por cento em janeiro, o que tornam cruciais as novas estimativas do próximo mês.

A meta de inflação do BCE é de pouco abaixo de 2 por cento.

(Por Paul Carrel)