Eletrobras e State Grid vencem leilão de transmissão de Belo Monte

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014 16:23 BRST
 

Por Anna Flávia Rochas e Roberta Vilas Boas

SÃO PAULO, 7 Fev (Reuters) - A chinesa State Grid e as empresas do grupo Eletrobras Furnas e Eletronorte venceram o leilão de transmissão para o escoamento da energia da hidrelétrica Belo Monte nesta sexta-feira, oferecendo um lance que não deixou chances para as outras competidoras.

O consórcio chamado Interligação Elétrica Belo Monte (IE Belo Monte) ofereceu 38 por cento de desconto sobre a receita anual permitida (RAP) máxima determinada para o certame.

A IE Belo Monte será responsável por construir uma linha de transmissão de mais de 2 mil quilômetros e duas estações conversoras em extra-alta tensão, num modelo tecnológico em 800 kV ainda inexistente no Brasil, mas no qual os chineses têm experiência.

O lance vencedor foi de um desconto bem acima do oferecido pelos outros dois participantes -- de 11,49 por cento no caso da espanhola Abengoa Construção, e de 4,93 por cento do consórcio formado por Taesa e Alupar.

O investimento estimado no projeto pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é de 5 bilhões de reais. Mas o presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto, sinalizou que o investimento poderia ficar próximo dos 4,5 bilhões de reais. Cerca de 2 bilhões de reais serão gastos em equipamentos segundo contrato fechado com a Siemens.

"O financiamento vai ser grande parte com o BNDES, alguma coisa com FI-FGTS, alguns aspectos com lançamento de debêntures e alguma coisa chinesa", disse Costa Carvalho. Ele acrescentou que o financiamento chinês virá da própria State Grid, que deve participar com 10 por cento do total. O BNDES deverá financiar entre 50 e 55 por cento, disse ele.

UM DÍGITO

Com o lance vencedor, a State Grid e as empresas da Eletrobras garantiram uma receita anual por operação do empreendimento de 434,6 milhões de reais, a partir do momento em que o sistema entrar em operação, o que está previsto para ocorrer em 46 meses.   Continuação...