Boeing vê alta de quase 3 vezes na frota da Ásia-Pacífico em 20 anos

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 08:25 BRST
 

CINGAPURA, 10 Fev (Reuters) - A Boeing manteve sua previsão de 20 anos para a demanda por aviões em 4,8 trilhões de dólares, e previu que cerca da metade do crescimento do tráfego aéreo mundial será guiado por viagens para e da região da Ásia-Pacífico nas próximas duas décadas.

A Boeing estimou que as empresas aéreas na região irão precisar de adicionais 12.820 jatos avaliados em 1,9 trilhão de dólares nos próximos 20 anos. A empresa disse que a frota iria crescer para 14.750 em 2032, ante 5.090 em 2012.

"As economias da Ásia-Pacífico e tráfego de passageiros continuam a exibir forte crescimento", disse Randy Tinseth, vice-presidente de marketing da Boeing Commercial Airplanes, a imprensa nesta segunda-feira, antes de um evento do setor em Cingapura.

"Nos próximos 20 anos, cerca da metade do crescimento do tráfego aéreo mundial será guiado por viagens para e da região. A frota da Ásia-Pacífico irá quase triplicar, de 5.090 aviões em 2012 para 14.750 em 2032, para sustentar o aumento na demanda."

Tanto a Airbus quanto a Boeing se comprometeram a ter recordes nas taxas de produção de seus modelos mais populares, mas executivos estão avaliando de perto a turbulência financeira em mercados de aviação importantes como Indonésia e Tailândia.

(Por Anshuman Daga)