Indústria vê aumento da safra 14/15 de laranja; previsão não considera seca

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 14:43 BRST
 

SÃO PAULO, 10 Fev (Reuters) - A safra 2014/15 de laranja da região citrícola do Brasil, maior produtor global de suco, foi estimada nesta segunda-feira em 317 milhões de caixas de 40,8 kg, o que representaria um aumento de mais de 10 por cento ante a fraca colheita da temporada passada, disse a CitrusBR, associação que representa a indústria.

A estimativa ainda não considera eventuais efeitos da severa seca que atinge as áreas produtoras, acrescentou a entidade.

"A previsão inicial, que aponta um crescimento de 11,2 por cento ante o fechamento (de 2013/14), foi finalizada na primeira quinzena de janeiro, portanto, ainda não reflete possíveis efeitos da seca sobre o cinturão citrícola", afirmou a CitrusBR.

O tempo seco e quente deverá resultar em frutos menores do que o normal na próxima safra de laranja de São Paulo, disseram representantes do setor, na semana passada.

A próxima estimativa da CitrusBR deve ser realizada até maio de 2014.

A safra anterior (13/14) de laranja da área citrícola da indústria do Brasil --São Paulo e a porção sul de Minas Gerais-- caiu 26 por cento ante 12/13, para 284,9 milhões de caixas, segundo números da entidade.

Com isso, a produção de suco de laranja da indústria em 13/14 deve somar 850 mil toneladas, queda de cerca de 20 por cento ante 12/13, afetada também pelo pior rendimento industrial da história, além da queda na safra.

O rendimento industrial foi de 284 caixas para produzir uma tonelada de suco, ante média histórica de 250 caixas por tonelada.

"Isso aconteceu em função do aumento do tamanho dos frutos, impulsionado por regimes de chuvas intensos na época de enchimento dos frutos. A esse fato também se atribui, conforme divulgado, o pior rendimento industrial da história, com laranjas cheias de água e pouca quantidade de sólidos solúveis (açúcares da fruta)", disse a CitrusBR.

Com uma demanda estimada em 1,2 milhão de toneladas --considerando mercado internacional e doméstico--, a entidade prevê que haverá uma forte redução nos estoques de passagem, de 766 mil toneladas de suco de laranja concentrado equivalente, em 2012/13, para cerca de 450 mil toneladas de FCOJ equivalente na safra 2013/14, em 30 de junho de 2014, ante as 476 mil toneladas estimadas em agosto de 2013.

(Por Roberto Samora)