Dólar sobe 1,12% e volta a R$2,40, com ajuste e em linha com exterior

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014 18:38 BRST
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO, 10 Fev (Reuters) - O dólar subiu mais de 1 por cento nesta segunda-feira, voltando ao patamar de 2,40 reais, em movimento de ajuste após quatro sessões consecutivas de queda e com alta mais acentuada do que a vista em relação a outras moedas de países emergentes.

O dólar subiu 1,12 por cento, a 2,4060 reais na venda, após acumular perda de 2,37 por cento nos últimos quatro pregões. Na máxima do dia, a divisa chegou a 2,4080 reais.

O giro financeiro do pregão foi baixo devido à agenda esvaziada de indicadores econômicos, ajudando a acentuar as oscilações do dólar. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 525 milhões de dólares, bem abaixo da média diária de janeiro de 1,5 bilhão de dólares.

"O mercado retomou a posição compradora de dólares após as quedas da semana passada, com correção", afirmou o superintendente de câmbio da Intercam, Jaime Ferreira.

A alta do dólar no mercado doméstico foi mais acentuada do que nos mercados internacionais, como o peso chileno e o rand sul-africano, que têm sido fortemente pressionadas nas últimas semanas em meio à onda global de aversão ao risco.

"O real tende a se depreciar, acompanhando o movimento externo", escreveram analistas do Bradesco em relatório.

Investidores também evitaram fazer grandes apostas antes do discurso de chair do Federal Reserve, banco central norte-americano, Janet Yellen, no Congresso norte-americano na terça e quarta-feira.

"É o primeiro discurso que ela vai fazer, num cenário de expectativas de terceira rodada de retirada dos estímulos", afirmou o gerente de análise da XP Investimentos, Caio Sasaki, referindo-se ao atual processo de redução do programa de compra de títulos do Fed, que tende a diminuir ainda mais a oferta global de liquidez.   Continuação...