Yellen diz que recuperação do emprego nos EUA está longe de ser completa

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014 11:58 BRST
 

Por Jonathan Spicer

WASHINGTON, 11 Fev (Reuters) - A nova chair do Federal Reserve, Janet Yellen, disse nesta terça-feira que a recuperação do mercado de trabalho "está longe de ser completa" apesar da queda no desemprego, acrescentando que o banco central norte-americano espera continuar reduzindo gradualmente a política de estímulo devido a melhoras mais amplas na economia.

Em seus primeiros comentários públicos como chair do Fed, Yellen, em depoimento equilibrado a um comitê da Câmara dos Deputados, reconheceu a recente volatilidade nos mercados financeiros globais, mas disse que neste estágio isso "não representa risco substancial à perspectiva econômica dos Estados Unidos".

Ela enfatizou uma continuidade na abordagem do Fed sobre a política monetária, dizendo que apoia firmemente a abordagem guiada por seu antecessor, Ben Bernanke.

Embora a taxa de desemprego tenha caído em 1,5 ponto percentual desde que o programa de compra de títulos começou em setembro de 2012, o nível atual de 6,6 por cento continua "muito acima dos níveis" que o Fed enxerga como consistentes com um emprego máximo sustentável, disse Yellen.

"A recuperação no mercado de trabalho está longe de completa", disse Yellen, de acordo com declarações preparadas para o Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados, controlada pelos republicanos.