Ações da Fiat recuam após corte de nota pela Moody's

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014 08:39 BRST
 

MILÃO (Reuters) - As ações da Fiat tiveram uma ligeira queda nesta quarta-feira depois que a Moody's cortou a classificação de dívida da montadora italiana, citando resultados piores que o esperado para 2013 e desafios à perspectiva da empresa este ano dada a erosão de lucro na América Latina.

A Moody's cortou a classificação da Fiat de "Ba3" para "B1" no final da terça-feira. A classificação "B1" está quatro níveis abaixo de grau de investimento, fazendo com que seja mais oneroso para a Fiat levantar recursos para recuperar operações deficitárias na Europa.

Operadores disseram que uma mudança de classificação era esperada depois que a Moody's colocou a classificação da Fiat sob revisão para um possível rebaixamento no começo de janeiro, apenas dias após a companhia fechar um acordo de 4,35 bilhões de dólares para assumir o controle total da unidade norte-americana, a Chrysler.

Às 8h35 (horário de Brasília), a ação da Fiat tinha queda de 0,35 por cento, a 7,21 euros.