Dólar sobe 0,83% ante real com fluxo de saídas

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014 18:40 BRST
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO, 12 Fev (Reuters) - O dólar fechou em alta ante o real nesta quarta-feira, após registrar pequenas variações durante a maior parte do dia em meio à agenda esvaziada de indicadores econômicos, reagindo a fluxo de saídas que impulsionou a divisa na parte da tarde.

O dólar avançou 0,83 por cento, a 2,4225 reais na venda, após bater 2,4245 reais na máxima e 2,3979 reais na mínima do dia. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,2 bilhão de dólares, segundo dados preliminares.

"Entrou um investidor no mercado comprando dólares fortemente durante a tarde. A alta de hoje é relacionada com tecnicalidades do mercado, não com notícias", afirmou o economista-chefe do Espírito Santo Investment Bank, Jankiel Santos.

A divisa norte-americana oscilou entre leves altas e baixas na primeira parte do pregão. Abriu o dia em queda em relação às principais moedas emergentes, incluindo o real, em reação ao forte desempenho comercial da China em janeiro e bateu a mínima da sessão logo após a abertura.

O otimismo durou pouco e cedeu o lugar para o mau humor com países em desenvolvimento que vem assombrando mercados emergentes nas últimas semanas, invertendo a trajetória das moedas desses países. À tarde, acentuou o movimento de alta pelo fluxo de saída, segundo especialistas.

Com o avanço desta sessão, a moeda norte-americana afastou-se do nível de 2,40 reais, que vinha sendo identificado por analistas como importante piso de resistência por não ser inflacionário e, ao mesmo tempo, não prejudicar as exportações.

Na semana passada, o dólar chegou a fechar abaixo desse nível em dois pregões consecutivos, criando avaliações de que a divisa dos EUA poderia oscilar entre 2,35 reais e 2,45 reais no curto prazo.

Pela manhã, o Banco Central brasileiro deu continuidade às intervenções diárias, vendendo a oferta total de até 4 mil swaps cambiais tradicionais --equivalentes a venda futura de dólares-- em operação com volume equivalente a 197,0 milhões de dólares, todos com vencimento em 1º de dezembro deste ano. O BC ofertou também swaps para 1º de agosto, mas não vendeu nenhum.   Continuação...