Lucro da Natura cresce 8,7% no 4o tri, aumentará preços em 5%

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014 20:52 BRST
 

RIO DE JANEIRO, 12 Fev (Reuters) - A Natura prevê que o reajuste de preços marcado para o final de fevereiro compense as perdas da margem bruta no quarto trimestre, período em que seu lucro líquido cresceu 8,7 por cento e ficou em linha com as projeções de analistas.

O ano começou lento para a fabricante de cosméticos, e mesmo com crescimento da receita no fechado de 2013, o resultado ficou aquém da pretensão da Natura.

"Não estamos satisfeitos com o crescimento da Natura no ano, mas estamos satisfeitos que as ações surtiram efeito para retomar crescimento", disse em teleconferência com jornalistas o vice-presidente de Finanças, Jurídico e de Relações com Investidores da Natura, Roberto Pedote, citando como exemplo os investimentos em marketing e o lançamento da nova linha SOU, mais barata.

A receita líquida da companhia cresceu 15,5 por cento no quarto trimestre na comparação anual, para 2,166 bilhões de reais, com uma recuperação da receita das operações brasileiras. No ano, o crescimento da receita líquida foi de 10,5 por cento, para 7 bilhões de reais.

Entre outubro e dezembro, a fabricante de cosméticos lucrou 294,1 milhões de reais, ante 270,5 milhões de reais um ano antes. A média das projeções obtidas pela Reuters apontava para lucro líquido de 284,2 milhões de reais

Por outro lado, no acumulado do ano, o lucro líquido recuou 3,6 por cento, para 842,6 milhões de reais, com maiores despesas financeiras e marcação a mercado.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 16,3 por cento na mesma base de comparação, a 538,7 milhões de reais.

REAJUSTE DE PREÇOS EM 2014

A Natura irá reajustar o preço de seus produtos em torno de 5 por cento no fim de fevereiro, como forma de reequilibrar sua margem bruta, que caiu de 71,1 para 68,7 por cento do terceiro para o quarto trimestre, disse Pedote.   Continuação...