ENTREVISTA-Seca causa "prejuízo" de 30% na safra 2014 de café da Cooxupé

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014 19:26 BRST
 

Por Roberto Samora

SÃO PAULO, 13 Fev (Reuters) - A Cooxupé, maior cooperativa de café do mundo, estimou nesta quinta-feira que a severa seca que atingiu suas áreas produtoras deve causar perdas de 30 por cento em relação à safra esperada em 2014.

Antes da seca, a cooperativa previa uma safra de 10 milhões de sacas nas regiões em que atua, disse o presidente da instituição, Carlos Paulino da Costa, em entrevista à Reuters.

A Cooxupé atua predominantemente no sul de Minas Gerais, Estado que responde por cerca de metade da safra nacional.

"Garanto que o prejuízo está em torno de 30 por cento", disse Paulino da Costa.

"Isso vai depender da chuva. Se chover, para o prejuízo. Se continuar (a seca), o prejuízo vai continuar aumentando", afirmou ele.

A produção da região da Cooxupé --entre cooperados e não cooperados-- representa aproximadamente um quinto da produção nacional.

A safra deste ano de café do Brasil, maior produtor e exportador global, foi estimada no início de janeiro, antes da seca, em 48,34 milhões de sacas de 60 kg, uma produção praticamente estável na comparação com a safra passada.

Os futuros de café arábica negociados em Nova York fecharam em baixa, em uma sessão marcada por volatilidade, pressionados por previsões de chuvas bastante necessárias para o cinturão produtor do Brasil, enquanto perdas de produção forneceram suporte em pesados volumes.   Continuação...