Dilma espera aprovação da PEC da Zona Franca ainda neste ano

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 12:45 BRST
 

14 Fev (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira que o governo está empenhado em aprovar, ainda em 2014, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prorroga a Zona Franca de Manaus por 50 anos, até 2073.

Dilma criticou ainda, em entrevista a rádios de Manaus, o questionamento feito pela União Europeia contra o sistema tributário vigente na Zona Franca e se comprometeu a defendê-lo em todas as instâncias.

"Vamos defender esse sistema tributário em todas as instâncias, na Organização Mundial do Comércio, onde for. Estarei na União Europeia e um dos temas da minha pauta será a Zona Franca de Manaus", assegurou a presidente.

Dilma disse que a prorrogação da Zona Franca até 2073 ajuda a garantir a preservação da floresta amazônica e disse contar com a "sensibilidade" dos parlamentares para aprovar a prorrogação, que ela classificou como "prioridade" de seu governo.

A presidente passa esta sexta-feira em Manaus onde entrega unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, visita as obras da Arena Amazônia, estádio que receberá jogos da Copa do Mundo deste ano, e faz uma visita ao Barco-Escola Samaúma 2, do Senai do Amazonas.

 
Presidente Dilma Rousseff durante posse de novos ministros, no Palácio do Planalto, em Brasília. Dilma afirmou nesta sexta-feira que o governo está empenhado em aprovar, ainda em 2014, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prorroga a Zona Franca de Manaus por 50 anos, até 2073. 3/02/2014. REUTERS/Ueslei Marcelino