BC da Turquia não deve alterar taxas de juros na próxima 3ª-feira

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014 14:20 BRST
 

ISTAMBUL, 14 Fev (Reuters) - O Banco Central da Turquia deve manter suas taxas de juro inalteradas na terça-feira, após o grande aumento das taxas decidido na reunião emergencial no final de janeiro para deter a forte queda da lira.

Apesar da oposição do primeiro-ministro, Tayyip Erdogan, o banco elevou sua taxa concessão de empréstimos overnight de 7,75 por cento para 12 por cento, a taxa de operações compromissadas de uma semana de 4,5 por cento para 10 por cento e a taxa para tomada de empréstimos overnight de 3,5 por cento para 8 por cento.

Todas as mudanças foram mais fortes que o previsto por economistas e induzidas pelo medo de desvalorização da moeda do país.

As medidas resultaram no aumento do custo médio de captação dos bancos para 10,09 por cento ante 7,26 por cento.

Todos os 16 economistas consultados pela Reuters nesta semana esperam que o banco mantenha suas taxas na reunião da próxima terça-feira.

Os mercados operaram no terreno positivo nesta sexta-feira. A lira era negociada a 2,1833 por dólar ante 2,1968 na noite de quinta-feira. A lira chegou a ser cotada a 2,39 por dólar, recorde de baixa alcançado em 27 de janeiro.

O principal índice de ações de Istambul subiu 1,75 por cento, em linha com o índice mais abrangente para mercados emergentes, que tinha alta de 1,18 por cento.

O rendimento dos títulos de referência de 10 anos caíram para 10,1 por cento, de 10,17 por cento no fechamento da bolsa na quinta-feira.

O banco aumentou suas taxas após a lira apresentar baixas históricas repetidamente devido por causa de um escândalo de corrupção que abalou o cenário político do país e afetou negativamente o apetite dos investidores.

(Reportagem de Seda Sezer e Behiye Taner)