14 de Fevereiro de 2014 / às 17:43 / 4 anos atrás

Exportação de soja do Brasil crescerá mais de 70% em fevereiro/março

Por Gustavo Bonato

SÃO PAULO, 14 Fev (Reuters) - As escalas de navios nos portos brasileiros indicam que as exportações de soja do país podem somar pelo menos 7,8 milhões de toneladas em fevereiro e março, mostrando uma forte antecipação nos embarques da oleaginosa na comparação com os últimos anos.

No somatório nos mesmos meses de 2013, o país exportou 4,5 milhões de toneladas, o que indica um crescimento de 73 por cento este ano.

Para fevereiro, a programação de embarques mostra exportações de pelo menos 4,5 milhões de toneladas, segundo dados de agências marítimas analisados pela Reuters.

No mesmo mês de 2013, o Brasil, maior exportador global de soja, embarcou 960 mil toneladas. Em fevereiro de 2012, exportou 1,6 milhão de toneladas, segundo dados do governo.

"Com a antecipação do início da colheita para fevereiro ou até mesmo janeiro, os embarques começam agora mais cedo", disse o analista Flávio França Jr., associado à consultoria Safras & Mercado.

Muitos navios começaram a chegar aos portos brasileiros ainda em janeiro, quando a soja da nova safra 2013/14 ainda não estava disponível e o produto de safras antigas já era bastante escasso. Tanto que as exportações no mês passado ficaram em 30 mil toneladas, volume insuficiente para encher um navio.

Na primeira semana de fevereiro, o ritmo de embarques nos portos foi semelhante ao do mesmo mês de 2013, cerca de 55 mil toneladas por dia, somando 273 mil toneladas, conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Por outro lado, o chamado "line-up" de navios mostra uma aceleração forte dos embarques à medida que o fim de fevereiro se aproxima.

No primeiro terço do mês, 17 navios embarcaram soja no Brasil. Nos dois terços finais, há previsão de 61 outras embarcações carregando o produto, no monitoramento feito pelas agências em 11 portos.

"Olhando para o line-up já tem muita soja chegando", disse um executivo de uma agência em Paranaguá, que pediu para não ser identificado.

Dados da SA Commodities mostram que em meados de fevereiro de 2013 havia 43 navios de soja carregando ou esperando na fila nos seis principais portos de grãos do Brasil. Um ano depois, nestes mesmos portos, já há 59 embarcações.

MARÇO

Os navios que carregarão soja em março ainda nem acabaram de chegar ao país e as escalas já apontam para um elevado volume de exportações.

Somando-se os navios já agendados para atracar em março e os que chegaram à costa brasileira em fevereiro, mas ainda não têm data para aportar --e que provavelmente o farão em março, devido ao atual tempo de espera--, o volume de soja chega a 3,3 milhões de toneladas.

Em março do ano passado, 3,54 milhões de toneladas foram enviadas ao exterior pelo Brasil, segundo a Secex.

A China, principal comprador da soja brasileira, mantém elevada a demanda pelo produto, mostram dados do governo chinês.

Em janeiro, as importações do país asiático ficaram 25 por cento acima do registrado um ano antes, devido às boas margens de esmagamento.

"As demanda por soja brasileira segue forte, particularmente pela China", disse França Jr. "Eles compraram muito dos Estados Unidos até agora, mas já começaram a comprar do Brasil também."

Enquanto os EUA estão na entressafra, o Brasil está apenas no início da colheita (21 por cento da área plantada) de uma safra recorde estimada em 90 milhões de toneladas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below