BR Properties tem prejuízo no 4o tri; vacância melhora no semestre

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014 19:14 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 17 Fev (Reuters) - A BR Properties, companhia de investimentos em imóveis comerciais, registrou prejuízo líquido no quarto trimestre sob ajuste contábil da venda de galpões e maiores despesas financeiras, enquanto a vacância de seus empreendimentos apresentou melhora.

Entre outubro e dezembro, a companhia teve um resultado negativo de 149,1 milhões de reais, ante lucro de 172 milhões de reais um ano antes.

Em novembro, a BR Properties vendeu seus ativos industriais e logísticos à WTGoodman por 3,18 bilhões e reais e ajustou o impacto desta venda já no quarto trimestre.

"Aproveitamos a oferta e acabamos vendendo os ativos um pouco abaixo do (valor) patrimonial, o que resultou em prejuízo não-caixa no último trimestre. Mas não afetou a geração de caixa nem o negócio da companhia", disse à Reuters o diretor financeiro e de relações com investidores da BR Properties, Pedro Daltro.

Já as despesas financeiras no quarto trimestre aumentaram 32 por cento, para 192 milhões de reais.

No fechado do ano, o lucro foi de 81,2 milhões de reais, queda de 93 por cento sobre o resultado de 2012, quando a companhia teve um ganho não-caixa de 1,825 bilhão de reais na reavaliação das propriedades para investimento, após a incorporação da One Properties.

A desaceleração da economia tem preocupado analistas e investidores sobre a demanda no Brasil por escritórios, segmento responsável por 70 por cento do portfólio da companhia.

Assim, apesar de ter reduzido o nível de vacância ao longo do segundo semestre, o indicador ainda encerrou o dezembro bem acima do patamar um ano antes.

"Apesar do cenário macro que todos viram no segundo semestre do ano passado, a gente conseguiu diminuir a vacância. Talvez mostre que o mercado não esteja tão ruim quanto muitos imaginam", disse Daltro, acrescentando, no entanto, que o cenário não está melhor que em 2012.   Continuação...