Com inadimplência em queda, Bradesco acelera crédito a microempresas

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014 20:44 BRT
 

SÃO PAULO, 18 Fev (Reuters) - O Bradesco anunciou nesta terça-feira que elevou em 7 bilhões de reais os limites de crédito pré-aprovado para micro e pequenas empresas para uso em capital de giro, antecipação de recebíveis, conta-garantida e cartão de crédito.

A medida vem após o segundo maior banco privado brasileiro ter percebido melhora na qualidade da carteira, com queda dos índices de inadimplência, disse o diretor executivo Altair Antônio de Souza.

"Temos observado o comportamento das carteiras, e os primeiros indicadores do ano nos dão um sinal motivador", disse Souza à Reuters. "Tem espaço para ampliar".

Nos resultados do quarto trimestre divulgados no final de janeiro, o Bradesco mostrou que seu índice de operações vencidas com mais de 90 dias caiu ao menor nível em pelo menos oito trimestres. O índice da carteira total foi de 3,5 por cento, enquanto o de pequenas e médias empresas ficou em 3,7 por cento, ante 4,2 por cento um ano antes.

Segundo Souza, os recursos anunciados nesta terça-feira devem atender sobretudo microempresas com faturamento anual de até 3,6 milhões de reais, e que atuam nos setores de comércio e serviços.

"Tem muita empresa precisando repor os estoques que baixaram no final do ano, além de fabricantes de material escolar ou prestadoras de serviços de turismo", exemplificou.

Para 2014, a expectativa divulgada pelo Bradesco é de crescimento de 9 a 13 por cento da carteira de pessoa jurídica, que inclui grandes empresas. Em 2013, o crescimento nessa linha foi de 10,6 por cento, com expansão de 11,5 para empresas de pequeno e médio portes.

(Por Aluisio Alves; Edição Alberto Alerigi Jr. e Luciana Bruno)