Lobão descarta falta de energia mesmo se represas ficarem abaixo de 43% em abril

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014 16:01 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - Mesmo se os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e do Centro-Oeste ficarem abaixo do nível de 43 por cento da capacidade no fim de abril, não haverá desabastecimento de energia elétrica no país, disse nesta quarta-feira o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

"Problema de abastecimento não haverá, em nenhuma circunstância", disse Lobão. Na terça-feira, o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, disse que os reservatórios do Sudeste e do Centro-Oeste do país teriam

de estar em um patamar de 43 por cento no fim de abril para garantir o abastecimento do país ao longo do período seco (entre maio e novembro).

Lobão disse que esse patamar de armazenamento "é confortável", mas disse que "mesmo que não se chegue a esse nível, não teremos desabastecimento".

O suprimento, segundo o ministro, seria assegurado pelas usinas termelétricas, que geram energia mais cara e têm pesado sobre as contas do governo.

(Por Leonardo Goy)