Após acumular queda de 3,3% na semana, Bovespa fecha com alta superior a 1%

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014 17:37 BRT
 

Por Priscila Jordão

SÃO PAULO, 19 Fev (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta de mais de 1 por cento nesta quarta-feira, em movimento de repique depois de duas quedas consecutivas, puxado por papéis que tinham recuado fortemente nas últimas sessões.

A bolsa não esboçou mudança significativa após a divulgação amplamente esperada da ata da última reunião de política monetária do banco central norte-americano, que veio em linha com o esperado.

O Ibovespa subiu 1,18 por cento, a 47.150 pontos. O giro financeiro do pregão somou 6,9 bilhões de reais.

Papéis do setor elétrico, como Cesp e CPFL Energia, e do setor siderúrgico, como CSN, apareceram entre as altas mais expressivas do Ibovespa depois de sofrerem nos últimos pregões. Ações de construção e do setor financeiro também contribuíram substancialmente para levantar o índice.

"Quando há uma força vendedora muito forte por dois ou três dias na sequência, o índice tende a ter uma correção por estratégia de alguns investidores. Às vezes a estratégia é vender e, quando o papel chega a determinado patamar, ele recompra", disse o analista Leandro Silvestrini, da Intrader.

O Ibovespa acumulou queda de 3,32 por cento nos dois primeiros dias da semana. Apesar do repique, a volatilidade da sessão foi grande, com o índice chegando a cair 1 por cento pela manhã.

A maior queda do Ibovespa ficou com a ação operadora Oi, cujo resultado do quarto trimestre frustrou o mercado devido à queda dos indicadores operacionais, ao aumento do endividamento e a incertezas sobre a capitalização da empresa.

O presidente-executivo da operadora de telefonia, Zeinal Bava, reafirmou que espera que a operação de capitalização da empresa seja concluída no fim do segundo trimestre, mas evitou dar detalhes sobre a esperada injeção de recursos durante teleconferência com analistas do setor.   Continuação...