Sinopec busca capital privado em reestruturação de braço de varejo

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014 10:13 BRT
 

HONG KONG, 20 Fev (Reuters) - A Sinopec, maior companhia de refino de petróleo da Ásia, planeja vender até 30 por cento de seu negócio de varejo de petróleo para investidores privados em uma reestruturação de vários bilhões de dólares visando impulsionar o valor de sua extensa divisão.

A venda de participação proposta para a unidade de marketing da estatal Sinopec, que controla mais de 30.000 postos de combustível, surge num momento em que a China busca incentivar o investimento privado na indústria petroleira do país. Em novembro, o país se comprometeu a deixar que o setor privado tenha um papel maior na economia.

Investidores privados reclamam há muito tempo de uma falta de acesso à lucrativa indústria de óleo e gás do país que mais consome energia no mundo, que é dominada pela Sinopec e outras estatais gigantes de petróleo como a PetroChina e a CNOOC.

Em documento enviado à bolsa de Hong Kong no fim da quarta-feira, a companhia disse que seu Conselho de Administração aprovou uma resolução para reestruturar as atividades de marketing de produtos de petróleo e "diversificar a estrutura societária ao introduzir capital social e privado".

O Conselho autorizou a companhia a atrair "investidores sociais e privados" que poderão adquirir até 30 por cento do negócio, disse a Sinopec. O comunicado não deu mais detalhes.

(Por Charlie Zhu e Meg Shen)