20 de Fevereiro de 2014 / às 20:19 / 3 anos atrás

Dólar cai ante o real ao menor nível em 1 mês, após anúncio de meta fiscal

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO, 20 Fev (Reuters) - O dólar recuou ante o real nesta quinta-feira para o menor nível em quase um mês, após o mercado enxergar como positiva a nova a meta de superávit primário estabelecida pelo governo brasileiro para este ano, embora investidores continuem mostrando cautela sobre as perspectivas fiscais domésticas.

A moeda norte-americana caiu 0,74 por cento, a 2,3727 reais na venda, menor patamar de fechamento desde 22 de janeiro, quando encerrou a sessão a 2,3725 reais.

Na mínima do dia, a divisa chegou a cair mais de 1 por cento, a 2,3639 reais. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 1,4 bilhão de dólares.

"Os investidores diminuíram os prêmios aqui, com base nos anúncios fiscais desta manhã. Agora, precisa ver se isso (a nova meta) vai acontecer mesmo", disse o diretor de câmbio da corretora Pioneer, João Medeiros.

O governo fixou a meta de superávit para o setor público consolidado (governo central, Estados, municípios e estatais) em 99 bilhões de reais, equivalente a 1,9 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).

Apesar de ser menor que a meta prevista anteriormente, de 2,1 por cento do PIB, o novo objetivo, na avaliação de analistas, é mais exequível e aponta na direção de recuperar a credibilidade da política fiscal brasileira, que foi abalada pela falta de transparência e por manobras contábeis em anos passados.

"O mercado encarou isso positivamente, o que acaba ajudando a entrada de capital", afirmou o gerente de análise da XP Investimentos, Caio Sasaki.

A agência de classificação de risco Fitch reforçou essa avaliação, ao afirmar nesta quinta-feira que o contingenciamento orçamentário é um passo na direção correta e salientar o fato de que o governo está buscando ancorar melhor as expectativas sobre a política fiscal.

Pela manhã, o Banco Central deu continuidade às atuações diárias no mercado de câmbio, vendendo a oferta total de 4 mil swaps tradicionais --equivalentes a venda futura de dólares-- com volume equivalente a 197,6 milhões de dólares. Foram 500 contratos para 1º de agosto e 3,5 mil para 1º de dezembro deste ano.

Após o fechamento dos mercados, o BC anunciou mais um leilão diário nas mesmas condições para sexta-feira.

O BC também vendeu o lote integral de 10,5 mil swaps em mais um leilão para a rolagem dos contratos que vencem em 5 de março. Com isso, o BC já rolou cerca de 77 por cento do lote para o próximo mês, que equivale a 7,378 bilhões de dólares.

Na sexta-feira o BC realizará mais um leilão para essa rolagem, com a oferta de até 10,5 mil contratos com os mesmos vencimentos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below