Demanda por voos da Gol sobe em janeiro; alta nos preços desacelera

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014 11:39 BRT
 

SÃO PAULO, 21 Fev (Reuters) - A empresa aérea Gol registrou um aumento na demanda e na oferta de voos totais em janeiro sobre um ano antes, mas viu o crescimento do indicador que mede os preços de passagens desacelerar.

A demanda por voos totais da empresa subiu 16,9 por cento em janeiro, enquanto a oferta de voos aumentou 9,1 por cento.

Com isso, a taxa de ocupação passou de 72,6 para 77,8 por cento, atingindo o maior nível para o mês de janeiro dos últimos 10 anos, segundo a Gol.

Porém, o indicador que mede os preços das passagens, mais conhecido como yield, teve alta de 2 por cento na mesma base de comparação. Isso ante um crescimento de 19 por cento em dezembro e 12 por cento em novembro. Em janeiro do ano passado, o indicador havia registrado alta de 8 por cento sobre um ano antes.

A receita por passageiro (Prask) teve aumento de 9 por cento em janeiro.

No mercado doméstico, onde a empresa promoveu em 2013 uma estratégia de redução na oferta para fazer frente à alta nos custos, a demanda subiu 17,3 por cento em janeiro. Já a oferta teve alta de 10,2 por cento, atribuída ao maior número de voos extras e fretamentos no mês.

A Gol reafirmou sua meta de estabilidade na capacidade do mercado doméstico em 2014.

No mercado internacional, houve alta de 13,6 por cento na demanda, com a oferta praticamente estável.

(Por Roberta Vilas Boas, edição de Marcela Ayres)

 
Aeronaves da companhia aérea Gol pousam no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A empresa aérea Gol registrou um aumento na demanda e na oferta de voos totais em janeiro sobre um ano antes, mas viu o crescimento do indicador que mede os preços de passagens desacelerar. 11/07/2011. REUTERS/Nacho Doce