Brasil tem déficit recorde em conta corrente de US$11,591 bi em janeiro

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014 11:10 BRT
 

BRASÍLIA, 21 Fev (Reuters) - O Brasil registrou déficit recorde de 11,591 bilhões de dólares nas transações correntes de janeiro, influenciado sobretudo pela fraca balança comercial e pelas remessas de lucros e dividendos, número que não foi coberto pelos investimentos produtivos vindos de fora e que sinaliza a deterioração das contas externas do país.

No acumulado em 12 meses encerrados no mês passado, o rombo na conta corrente do país ficou em 3,67 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), informou o Banco Central nesta sexta-feira.

Economistas consultados pela Reuters já previam elevado saldo negativo nas transações correntes brasileiras, de 11,7 bilhões de dólares.

O BC informou ainda que os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) no país somaram 5,098 bilhões de dólares no mês passado, melhor do que o esperado --4 bilhões de dólares segundo a pesquisa Reuters-- mas insuficientes para cobrir integralmente o déficit em conta corrente em janeiro.

O déficit nas transações correntes --que abrangem a importação e a exportação de bens e serviços e as transações unilaterais do Brasil com o exterior-- veio com o déficit recorde de 4,058 bilhões de dólares na balança comercial em janeiro.

As remessas de lucros e dividendos somaram 2,499 bilhões de dólares em janeiro, ante 2,068 bilhões em igual mês do ano passado. Pesaram também os gastos líquidos de brasileiros no exterior com viagens, que somaram 1,478 bilhão de dólares, ante 1,603 bilhão de dólares em igual mês do ano passado.

Por Luciana Otoni)