Mantega: governo está preparado para despesas adicionais com elétricas

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014 13:40 BRT
 

21 Fev (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta sexta-feira que o governo está preparado para cobrir eventuais despesas adicionais com o setor elétrico em 2014, devido ao acionamento das caras termelétricas para garantir o abastecimento de energia.

Em teleconferência com analistas e imprensa estrangeira, Mantega reafirmou que é preciso esperar até abril para que sejam feitos cálculos sobre as necessidades de possíveis aportes adicionais à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), com base no nível dos reservatórios das hidrelétricas no fim do período úmido.

Ele assegurou que a meta de superávit primário de 1,9 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), anunciada na quinta-feira, será atingida mesmo se forem feitos aportes na CDE.

"Podemos fazer sacrifício suplementar e contar com outras receitas que não foram previstas no Orçamento de 2014", disse Mantega.

O ministro reafirmou que o governo parte de uma situação mais favorável em 2014 do que no ano passado em relação ao setor elétrico, pois o Orçamento já tem 9 bilhões de reais alocados para a CDE.

 
Ministro da Fazenda, Guido Mantega, durante apresentação de dados para o perírodo entre 2011 e 2014 do PAC 2, em Brasília. Mantega, afirmou nesta sexta-feira que o governo está preparado para cobrir eventuais despesas adicionais com o setor elétrico em 2014, devido ao acionamento das caras termelétricas para garantir o abastecimento de energia. 18/02/2014. REUTERS/Ueslei Marcelino