Índice de preços na zona do euro tem maior queda mensal em janeiro

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014 08:13 BRT
 

Por Martin Santa e Robin Emmott

24 Fev (Reuters) - Os preços ao consumidor na zona do euro caíram em janeiro no ritmo mais rápido já visto na comparação mensal, pressionados por um recuo no custo de bens industriais excluindo energia, o que mantém a inflação anual bem abaixo da meta do Banco Central Europeu (BCE).

O índice de inflação nos 18 países que compartilham o euro recuou 1,1 por cento em janeiro quando comparado com dezembro, mantendo a taxa anual em 0,8 por cento pelo segundo mês seguido, informou a agência de estatísticas da UE Eurostat.

A taxa anual de inflação foi revisada ante 0,7 por cento, que a Eurostat divulgou em uma estimativa preliminar em 31 de janeiro.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que a inflação ao consumidor acelerasse ligeiramente para 0,9 por cento em janeiro, nível que ainda fica bem abaixo da meta do BCE de perto mas abaixo de 2 por cento.

A taxa anual foi influenciada por um declínio de 1,2 por cento nos altamente voláteis preços de energia, enquanto a queda mensal deveu-se a um recuo de 3,9 por cento nos preços de bens industriais excluindo energia e a uma queda de 0,4 por cento no preço de serviços.