Em Bruxelas, Dilma diz estranhar contestação da UE sobre Zona Franca de Manaus

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014 09:32 BRT
 

24 Fev (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira que o governo brasileiro estranhou a contestação da União Europeia junto à Organização Mundial do Comércio sobre a Zona Franca de Manaus e o programa Inovar-Auto.

Ao participar da 7ª Cúpula Brasil-UE em Bruxelas, Dilma disse que o Brasil deseja que as relações comerciais e de investimentos com a União Europeia sejam as mais amigáveis possíveis.