24 de Fevereiro de 2014 / às 12:42 / 4 anos atrás

Colheita de soja do Brasil atinge 30% da área; chuva em MT limita avanço

SÃO PAULO, 24 Fev (Reuters) - O Brasil já realizou a colheita de soja em 30 por cento da área plantada na temporada 2013/14, segundo levantamento concluído pela consultoria AgRural na sexta-feira e divulgado nesta segunda-feira.

O dado aponta um avanço de nove pontos percentuais na comparação com o levantamento da semana anterior, um crescimento que poderia ter sido maior não fossem as intensas chuvas que atingiram o Mato Grosso na semana passada.

Em relação ao mesmo período do ano passado, a colheita está três pontos percentuais à frente, segundo a AgRural.

"O ritmo (de colheita no Brasil) só não foi menor porque todos os Estados já começaram a colher", afirmou a consultoria em nota.

A safra de soja do Brasil está estimada em 87 milhões de toneladas pela AgRural.

O Ministério da Agricultura previu no início de fevereiro um recorde de 90 milhões de toneladas, volume que não considera efeitos da seca de janeiro.

PERDAS DE QUALIDADE EM MT

Em Mato Grosso, os volumes acumulados de chuvas em porções do norte e do leste do Estado chegaram a 230 milímetros na semana passada.

"Com o excesso de chuva, perdas na qualidade dos grãos e quedas de produtividade já começam a ser registradas. No norte, a colheita está seis pontos atrasada na comparação com o ano passado", afirmou a consultoria.

Na maior parte das áreas colhidas, entretanto, o maior produtor de soja do Brasil registrou produtividades bastante elevadas.

Em Nova Mutum, lotes estão chegando aos armazéns com grãos avariados e 27 por cento de umidade. Em Lucas do Rio Verde, os trabalhos evoluíram pouco, e há áreas com soja germinando no pé, citou a AgRural.

Em Sorriso, no Médio-Norte, maior município produtor de soja do Brasil, a previsão de chuva para os próximos dias começa a preocupar produtores, que devem perder algumas sacas devido ao excesso de umidade.

No sul do Estado, as chuvas diárias atrapalharam a evolução da colheita. "Para tentar amenizar as perdas, produtores de Campo Verde entraram em campo embaixo de chuva, e o teor de umidade dos lotes chega a 30 por cento", afirmou.

Em Alto Garças, que sofreu com a estiagem de janeiro, chuvas foram registradas desde o dia 14 de fevereiro, "e se o padrão não mudar nos próximos dias, as perdas serão inevitáveis".

Em Mato Grosso, a colheita atingiu quase metade da área plantada. No Paraná, os produtores colheram 31 por cento da área, em linha com o registrado no mesmo período do ano passado. Em Goiás e Mato Grosso do Sul, os trabalhos já superaram 50 por cento da área, e estão avançados ante o mesmo período de 2013.

Por Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below