Safra de cana 14/15 do centro-sul cairá para 570 mi t, diz Copersucar

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014 14:19 BRT
 

SÃO PAULO, 24 Fev (Reuters) - A safra de cana-de-açúcar do centro-sul do Brasil em 2014/15 foi estimada nesta segunda-feira em 570 milhões de toneladas, sendo afetada pela seca e pelo calor intenso em janeiro, disse nesta segunda-feira a Copersucar, maior comercializadora de açúcar e etanol do mundo.

A estimativa indica uma queda na comparação com a moagem de cana registrada no centro-sul na temporada anterior. Usinas da principal região produtora do Brasil moeram quase 600 milhões de toneladas em 2013/14.

O número da Copersucar indica também uma forte queda ante a previsão anterior de uma safra de 610 milhões de toneladas, para a temporada que começa a ser colhida oficialmente em abril.

Os preços do açúcar bruto em Nova York subiam mais de 4 por cento por volta das 14h15 (horário de Brasília), por preocupações com a safra brasileira.

A redução foi atribuída a uma clima seco na região, segundo a assessoria de imprensa da Copersucar.

A Unica, associação que reúne as principais empresas do setor sucroenergético, avaliou na semana passada que a nova safra deve ficar estável ante a temporada 2013/14, quando foram processadas 596 milhões de toneladas, devido à seca que reduziu o potencial de crescimento de moagem.

Em relação ao açúcar, a Copersucar reduziu sua previsão para a nova safra a 32 milhões de toneladas, ante 35 milhões da previsão anterior.

A produção de etanol deve ficar em 25,4 bilhões de litros em 14/15, ante estimativa de 26,4 bilhões de litros, disse a Copersucar.

(Por Caroline Stauffer)