Prejuízo da Vale mais que dobra no 4o tri e soma US$6,45 bi

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014 20:12 BRT
 

SÃO PAULO, 26 Fev (Reuters) - A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, teve prejuízo líquido no quarto trimestre mais de duas vezes superior ao registrado um ano antes, afetada por despesas financeiras, sobretudo pelo pagamento de dívidas tributárias com o governo brasileiro.

A empresa divulgou nesta quarta-feira que teve prejuízo de 6,451 bilhões de dólares de outubro a dezembro, contra perda de 2,615 bilhões de dólares um ano antes.

O prejuízo dos últimos três meses de 2013 também foi pior que o prejuízo de 3,83 bilhões de dólares esperados por analistas, segundo pesquisa Reuters.

O resultado financeiro líquido foi negativo em 4,159 bilhões de dólares no quarto trimestre, prejudicado por despesas de 3,3 bilhões de dólares, principalmente devido aos encargos referentes ao refinanciamento de tributos federais (Refis) acertado com o governo.

Em moeda brasileira, o prejuízo da Vale no quarto trimestre foi de 14,868 bilhões de reais.

Em novembro passado, a Vale decidiu aderir ao Refis para o pagamento de imposto de renda e contribuição social sobre o lucro líquido de controladas e coligadas no exterior para o período de 2003 a 2012. A companhia decidiu pelo pagamento à vista do principal para os anos de 2003, 2004 e 2006 e o parcelamento do principal, multas e juros para os outros anos.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado, que exclui efeitos não recorrentes e não caixa, somou 15,137 bilhões de reais no quarto trimestre, contra 9,154 bilhões de reais no mesmo período do ano anterior.

O Ebitda consolidado ficou positivo em 8,451 bilhões de reais nos três meses até dezembro. No quarto trimestre de 2012, ele tinha sido negativo em 3,695 bilhões de reais.

A receita operacional da mineradora no quarto trimestre somou 31,053 bilhões de reais, ante 25,627 bilhões de reais no mesmo período do ano anterior.

(Por Fabíola Gomes e Roberto Samora)