Acciona tem prejuízo inédito por reformas energéticas do governo

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 08:53 BRT
 

MADRI, 27 Fev (Reuters) - A companhia espanhola de energia Acciona divulgou um prejuízo líquido inédito em 2013 depois que uma série de dolorosas reformas governamentais forçaram uma baixa contábil no valor de seus ativos de energia renovável.

Os cortes do governo espanhol nos subsídios para energias renováveis foram particularmente duros sobre ativos eólicos maduros como os da Acciona, que registrou um lucro líquido de 189 milhões de euros (258,3 milhões de euros) em 2012.

A Acciona disse que novas regulações tiveram um impacto negativo direto de 257 milhões de euros sobre as contas e eliminou 1,68 bilhão de euros do valor de seus ativos de energia, levando a empresa a um prejuízo líquido de 1,97 bilhão de euros em 2013.

A companhia também registrou outros encargos por baixas contábeis, incluindo 288 milhões de euros em seu negócio de infraestrutura, 100 milhões de euros em sua unidade imobiliária e 160 milhões de euros sobre uma depreciação em sua frota transportadora Trasmediterranea.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) caiu 14,1 por cento na comparação anual para 1,23 bilhão de euros, principalmente devido à queda na sua unidade de energia, que corresponde a 80 por cento do total.

(Por Tracy Rucinski)