Superintendência do Cade pede medidas sobre compra da Uniseb por Estácio

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014 10:47 BRT
 

SÃO PAULO, 27 Fev (Reuters) - O grupo privado de ensino superior Estácio Participações informou nesta quinta-feira que parecer técnico da Superintendência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou medidas para solucionar problemas concorrenciais na aquisição da Uniseb pela companhia.

A Estácio anunciou a compra da Uniseb por 615 milhões de reais em dinheiro e ações em setembro do ano passado.

Segundo a Estácio, a superintendência-geral do Cade encaminhou o processo ao tribunal do órgão antitruste com a recomendação de avaliação de eventuais remédios para solucionar problemas concorrenciais.

"A companhia, caso o tribunal do Cade entenda necessário, negociará remédios para obter a aprovação da operação", informou a Estácio em comunicado ao mercado.

As ações da empresa caíam 0,46 por cento às 10h45, enquanto o Ibovespa tinha valorização de 1,03 por cento.

A aquisição da Uniseb pela Estácio tinha sido considerada como "complexa" pelo Cade em janeiro, quando o órgão decidiu aprofundar análise de condições de competição no mercado de graduação a distância (EAD). Na ocasião, a Estácio informou que o Cade tinha identificado concentrações elevadas em nove cidades no mercado de graduação a distância.

Segundo a Estácio, o número de estudantes da Uniseb nessas localidades representa 6,7 por cento da base total de alunos de graduação a distância da instituição.

(Por Alberto Alerigi Jr.)