Siemens entra com novo recurso para participar de licitações no Brasil

segunda-feira, 3 de março de 2014 11:33 BRT
 

FRANKFURT (Reuters) - O grupo alemão de engenharia Siemens entrou com um novo recurso contra a decisão da justiça brasileira de proibir a empresa de disputar contratos públicos por cinco anos devido a um escândalo de suspeita de suborno.

A Siemens disse que a proibição está relacionada a licitações em 1999 e 2004 e a processos administrativos internos da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

A Siemens deu início a procedimentos legais contra a decisão em 2010, mas após várias rodadas de recursos a justiça brasileira confirmou no final de janeiro a decisão que impede a companhia de participar de licitações públicas.

A empresa tem 7.910 funcionários no Brasil e vendas anuais próximas de 2 bilhões de euros (2,76 bilhões de dólares) no país, segundo a companhia.